Archive for the ‘PHP’ Category

PHP: Aspas simples vs Apas duplas

Posted: 4th janeiro 2012 by Ricardo in Desenvolvimento, PHP
Tags: , , , ,

Vejo por aí muitos código, de diversos programadores, alguns mais experientes, outros nem tanto. Indiferentemente disto continuo vendo algumas coisas que realmente me deixam intrigado, como é o caso da aspas. E é sobre isto que gostaria de falar um pouco neste post. Voltando lá para o nosso amigo C, nós tinhamos uma distição bastante […]

Na publicação anterior eu mostrei algumas dicas, para você melhorar o desempenho da sua aplicação PHP. Porém não mostrei como você pode calcular o tempo de execução dos seus scripts. Isto as vezes é uma dúvida bem comum entre desenvolvedores iniciantes, porém é algo extremamente simples de ser feito. <?php // Iniciamos o “contador” list($usec, […]

Otimizando seu PHP

Posted: 21st novembro 2010 by Ricardo in Desenvolvimento, PHP
Tags: , , , , ,

Algumas vezes as pessoas me perguntam como melhorar o desempenho de seus códigos PHP, é claro que isto é algo bem vago; E que possuí algumas variáveis que podem inverter o “melhor” e o “pior”. É claro, que nem sempre o código mais bonito é o mais eficiente, tal como as vezes um código mal […]

Vamos continuar nossa série de publicações sobre Design Patterns e PHP. É claro, que eu quero passar nesta série apenas uma visão geral de como padrões de projeto podem melhorar a maneira que você desenvolve, principalmente para aqueles que não conhecem MVC ou não costumam utilizar OO em seus códigos. Se você está desenvolvendo em […]

Vamos dar inicio a mais uma série, onde vamos abordar alguns conceitos sobre os métodos mágicos do PHP. Apesar desta série não ser realmente relacionada à série sobre Padrões de Projetos eu confio que é de suma importância para que possamos continuar a melhorar nossos códigos e consequentemente nossos aplicativos. Padrões melhoram seus códigos, sua […]

Muitas pessoas começam a desenvolver em PHP, eu diria, da forma errada, remetendo aos tempos que que utilizávamos PHP3, ou até mesmo PHP4 que não oferecia um completo suporte a programação orientada a objetos. Porém é evidente que hoje com o PHP5 não programar utilizando orientação a objetos chega a ser ridículo e inviável para softwares de […]