Flash para quê?

Posted: 8th setembro 2010 by Ricardo in Desenvolvimento
Tags: , , , , ,

Com a eminência do HTML 5, algumas perguntas acabam surgindo inevitavelmente, algumas perguntas que ao meu ver já tinham respostas a muito tempo, mas as pessoas insistiam em ignorá-las ou simplesmente o faziam por comodismo ou incapacidade de adaptarem-se a novas tecnologias.

Conheço websites todos feitos em Flash, e cada vez que os visito fico indignado, perguntando-me qual o motivo de fazer um website todo em Flash? Reconheço que alguns anos atrás o Flash era uma tecnologia extremamente utilizável, apesar de nunca simpatizar com a mesma, mas desde os tempos de Web 2.0 sua extinção a cada dia parece mais próxima. E isto de certa forma alegrou-me. Isto porque nunca mais terei de ter um plugin que consome recursos de meu sistema, trava meu navegador e impede que meus dispositivos móveis acessem alguns conteúdos.

Tentarei abordar nesta publicação, uma linguagem branda, pouco técnica a fim de convencer, ou apontar, não apenas aos desenvolvedores web, mas também as pessoas que pensam em ter um website para sua empresa, os principais motivos os quais levarão você a não desejar utilizar Flash como carro chefe em seu website.

Por que não usar Flash?

Existem vários motivos para você não utilizar o Flash, principalmente como carro chefe de seu website. Todo Flash para ser aberto pelo navegador necessita de um plugin instalado, e este plugin por sua vez precisa ser executado antes de executar e então exibir o conteúdo Flash em seu navegador. Isto consome processo, recursos do computador do visitante, e isto algumas vezes acaba tornando o navegador instável e causando seu travamento, desta forma você poderá perder um visitante.

Todo website vive de visitas, se seu website não recebe visitas ele está fadado a morte; Eis aí o grande pecado do Flash! Apesar da Google implementar desesperadamente um sistema que consegue “vasculhar” arquivos Flash para indexar seus conteúdos as suas buscas, isto não é o bastante. Tal como “nem só de pão vive um homem”, assim é uma coisinha chamada SEO.

Agora vamos a um fato importante, sabemos que hoje com a popularização da internet para dispositivos móveis, é inevitável que seu website seja capaz de ser reproduzido através destes pequeninos aparelhos, afinal nosso objetivo é termos visitas, porém a maioria esmagadora dos dispositivos móveis não tem suporte a Flash, ou por mais que tenha, não é nativo, logo requer conhecimento do usuário para que este consiga instalar algum navegador ou atualização para que seu dispositivo torna-se apto a visualizar arquivos Flash; Acreditem em mim quando digo que ninguém o fará, usuário gosta de comodidade, se complicou, deixa de ser interessante para ele.

O HTML 5 está pronto?

A solução para deixar de utilizar o Flash é mais simples do que parece. Porém algumas pessoas ainda questionam se ela está realmente pronta para ser utilizada. E eu acredito, assim como Steve Jobs que sim, o HTML 5 já pode ser levado a sério, e podemos começar a implementá-lo sem medo de ser feliz, lançando-nos assim no que podemos chamar de Web 3.0, e parece que foi ontem que falávamos empolgados sobre a maravilhosa Web 2.0, não é?

O HTML 5 ainda não tem uma data prevista para que seus padrões estejam completamente definidos, mas todos os envolvidos tem trabalhado arduamente, junto a comunidade, para desenvolver um padrão que agrade a todos, e seja capaz de proporcionar uma experiência nova e unificadora no conceito de aplicativos web ou aplicativos em nuvem; E também elimine, ao menos parcialmente, a necessidade de plugins tornando o próprio navegador tudo que você precisará para obter uma nova experiência na World Wide Web.

Claro, que sempre existirá o lado escuro da força, enquanto alguns em um esforço conjunto tentam tornar a Web um lugar melhor, sempre existirão aqueles que lutaram bravamente por ideais antagonistas. Como é o caso das pessoas que insistem em utilizar navegadores cujo suporte já morreu há anos atrás, como Internet Explorer 6 ou inferior (se você o faz, acho que está na hora de pensar sobre o assunto). Para estes não adianta manter nem um fio de preocupação com relação à compatibilidade de seus navegadores, a evolução é necessária, e aqueles que não evoluem devem perecer!

Ainda falando sobre compatibilidade, o mais animador do HTML 5 é que pela primeira vez, temos uma visão quase unânime sobre este novo caminho, as grandes empresas olham o HTML 5 como sua galinha dos ovos de ouro, e compreendem que a evolução e padronização de uma nova linguagem para web é uma necessidade e não simplesmente um capricho. Então seja qual for o seu navegador ou plataforma favorita, acredite, ela vai acabar evoluindo junto com o HTML 5, cada qual no seu tempo.

Flash vs HTML 5 + JQuery

É claro que o Flash ainda continua supremo para aplicações do tipo multimídia consideradas complexas, isso devido a sua capacidade de suportar recursos 3D e ser uma ferramenta projetada para criação de animações. Isso eu acredito que acabará sempre sendo responsabilidade do Flash, apesar de existirem alternativas que também disponibilizam recursos para tal finalizada, e nada impede de exportar animações produzidas em Flash para um formato suportado pelo HTML 5 (mp4 ou ogg).

Muitos desenvolvedores acabam utilizando o Flash como único recurso para produção de seus websites, e isto é prejudicial. Como eu falei, o HTML 5 vem para mudar isto… Ou ao menos tentar reduzir a utilização desnecessária e abusiva do Flash. Veja um comparativo abaixo dos recursos suportados pelo Flash e HTML 5 (com uso o JQuery).

Hoje o HTML 5 já é capaz de criar desenhos, reproduzir tanto áudio quanto vídeo, sem a necessidade de plugin; Além de muitas outras coisas, mas seria inviável lista-as aqui. E além disto, é necessário ressaltar que o HTML 5, é capaz de trabalhar com JavaScript, o qual é capaz de substituir majestosamente o Flash de diversas formas, sem perder a usabilidade e indexabilidade do seu website.

O HTML 5 está chegando, muitas coisas ainda aparecerão, muitas coisas já apareceram; Com isso novos padrões e novas formas de desenvolver, cabe a você desenvolvedor e empresário acompanhar esta evolução.

  • http://www.wallck.com.br/ Wallace
    Tenho certeza absoluta que tecnicamente, o Flash já não é mais necessário. Mas é importante levar em consideração que o mercado ainda possui profissionais excelentes na tecnologia assim como um parasita, vai sugar tudo o que estes profissionais possuem. Benefícios para as empresas? Oferta de profissionais é alta e o risco de contratar um “sabixão” é baixo.

    Como tudo que é novo, existe um tempo para mercado absorver e substituir o antigo pelo novo.

    HTML 5 na veia!

  • http://www.rafaelfagundes.com/blog Rafael Fagundes
    Tema bastante discutido em! Esta claro que o HTML5 vai substituir muita coisa que o flash faz. Mas ainda não esta na hora do HTML5 entrar em ação, muitos navegadores ainda não tem suporte, porém o ideal é aprender agora para poder utilizar ele mais tarde, nesse meio tempo, o flash vai estar lá para fazer as animações.

    Mas quando o html 5 entrar, acho que o flash não vai morrer e sim mudar de foco, vai virar algo mais para apresentações multimidias e tal, e não mais para sites.

    Abraço

  • http://www.nivaldoarruda.com.br Nivaldo Arruda
    Caracas! Mandou bem, to vendo que está empolgadocom o blog! =)

    Eu quero mais que o Flash morra de uma vez, não aguento mais ver ele em website consumindo recursos do meu firefox, hehehehe.

    Brincadeiras a parte, o html 5 está aí para provar que o flash não está com nada e que possuimos tecnologia muito mais interessante. Só falta, como sempre, esperar toda a galera se atualizar =(

    Enquanto isso, da mesma forma que devemos dar suporte ao IE teremos que aguentar o flash, hehe.

    Abraços!

    OBS: Seria legal se você instala-se um plugin de “subscription” no post. Assim eu fico sabendo cada vez que alguem responder aqui =)

  • Pingback: Motivos para não utilizar Flash em seu site | About(code)